sexta-feira, 24 de abril de 2015
Quando comecei esse blog a intenção era relatar os fatos ocorridos enquanto eu tomava conta dos meus pequenos, pois eu havia virado babá por estar desempregado. Como, felizmente, arranjei emprego rápido, acabou que a rotina voltou ao que era, ficando pouco com eles. Contudo, pelo andar da carruagem e pela atual situação da engenharia no Brasil, estou vendo que logo virarei babá novamente.




Sendo ou não sendo, pelo menos nesse feriadão carioca eu vivi novamente meus áureos momentos de cuidador. Como sofri. Alice tá impossível. Se você diz não para ela, até a cabeça na parede ela bate. Ontem ela e Marco, aliados, assaltaram a geladeira e comeram oito Danoninhos. Eu disse oito. E quando acabou, bem... a Alice ficou chateada, muito chateada. Quem sofreu com isso? O bichinha de gênio forte. 

E a Arya Stark? A nova gata da Amanda. Mesmo recém operada da castração, a bicha foi dar um passeio, chovendo, na rua. Até cinco da manhã. Hoje foi o melhor, ela olhou a pá de lixo e resolveu mijar nela, e ainda ficou esfregando o pé como se tivesse na caixa de areia tentando jogar em cima do xixi, essa gata é esquizofrênica, só pode.

Marco e Ana continuam na mesma. Ana faz um monte de bagunça, apoiada pela sua nova cúmplice, a vizinha Duda, e não arrumam nada, naaaada. A mais nova da Ana foi mexer nas minhas tintas de modelismo, importadas, difíceis de achar, demoram uma eternidade para chegar no Brasil, e quando chegam ainda ficam na alfândega para serem assaltadas pelos nossos caros fiscais. E para que Ana mexeu nelas? Apenas para pintar um copo e suja o chão da casa. Claro que eu descobri. Só não arranquei os dentes dela com um alicate porque já estão caindo por serem de leite, sabem que eu sou muito malvado. 

Marco continua com suas manias. A mais nova é escolher a fralda de pano que segurará sua chupeta. Ontem ele ficou louco, louco. Assistimos em casa Jurassic Park, o primeiro, aquele clássico eterno de Spielberg. Marco vibrava com os dinossauros. E agora o filme preferido dele deixou de ser Carros para ser "o dragão grandão que solta fogo", mais conhecido como Como Treinar o Seu Dragão. Um barato, vai gostar de desenho assim...

Bem, não tem foto dessa vez. Como está difícil tirar fotos e eu queria postar algo, fica aqui meu relato. 

Para não dizer que não botei foto, aí vai uma da Arya Stark acompanhando a montagem de um tanque de guerra meu.


1 comentários:

Angélica Azambuja disse...

Muito legal seu blog! Tenho um filho de 1a5m que apronta umas, nem quero ver quando as artes dele estiverem na altura dos seus rss

Postar um comentário

Compartilhe:

Arquivo do Papai:

Sobre o autor:

Quem está entre nós?